Desvantagens de não registrar uma marca - Arena Marcas e Patentes
  • Registro de Marcas e Patentes.

Desvantagens de não registrar uma marca

Desvantagens de não registrar uma marca

Se você é uma pessoa que acompanha as novidades do mundo corporativo, com certeza já ouviu falar em registro de marca. Mas por que esse é um processo tão requisitado? Quais as desvantagens de não registrar uma marca? Não se preocupe, pois neste artigo reunimos tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Aqui, abordaremos os seguintes tópicos:

  • Disputa de marcas na história
  • O que é uma marca e por que cuidar dela?
  • Conheça o registro de marca
  • Desvantagens de não registrar uma marca
  • Como registrar uma marca?
  • Por que buscar um escritório especializado?

Disputa de marcas na história 

Você provavelmente já acompanhou diversos conflitos envolvendo o uso indevido de marca, eu imagino. 

A banda Legião Urbana, por exemplo, sofreu as consequências de não ter sua marca registrada. 

Considerada uma das maiores bandas brasileiras, o conjunto ainda não havia registrado a marca no contexto de lançamento do seu segundo álbum, na década de 1980. 

Aproveitando desse fato, um anônimo agiu de má fé e lançou uma música utilizando a expressão “legião urbana”, com o intuito de conseguir os direitos da marca. 

Assim, a banda precisou acionar a justiça para alegar que já existia antes do ocorrido, e os direitos da marca foram concedidos pelo INPI alguns anos depois, utilizando a marca comercial “Legião Urbana Prod. Art.”.

Agora imagine todos os conflitos que o registro de marca impede diariamente. Por isso te contamos todos os benefícios do processo neste artigo. Vem com a gente! 

O que é uma marca e por que cuidar dela?

Bom, antes de entender por que realizar o processo de registro de marca, nada mais justo do que saber qual a importância da marca para você, não é?

Em linhas gerais, a marca é aquilo que representa sua empresa ou produto, sendo a forma como esses são conhecidos pelo público geral. 

Da mesma forma que cada um de nós tem um nome para ser reconhecido, uma marca desempenha essa função, conferindo personalidade da sua empresa ou produto e diferenciando-o das demais existentes no mercado. 

Por isso é tão importante cuidar da marca, uma vez que ela é o que te permite ter identificação no mercado. Nesse sentido, a gestão de marca é uma ferramenta essencial, assim como o registro de marca. 

Se quiser saber mais sobre a gestão de marca, clique aqui

Para conhecer o registro de marca, continue lendo este artigo! 

Conheça o registro de marca

Como foi citado no tópico anterior, a marca garante que sua empresa ou produto seja reconhecida pelas pessoas. 

O registro, por sua vez, é o modo pelo qual essa existência é comprovada. Você tem uma carteira de identidade, não é? Pois bem, a sua marca também precisa de um documento que realize a mesma função. 

Esse documento é o Certificado de Registro de Marca, obtido para comprovar que o processo de registro foi efetuado. 

Ele segue as diretrizes da Lei de Propriedade Industrial e é realizado junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), órgão responsável pela regulação dos direitos de propriedade intelectual para a indústria.

Desvantagens de não registrar uma marca

As desvantagens de não registrar uma marca são inúmeras. Por isso, listamos os 5 principais motivos pelos quais realizar esse processo é tão importante. Vamos lá? 

Prejuízo financeiro

Utilizar uma marca que não foi registrada e estar a todo o momento sob o risco de perder todo o investimento destinado à construção da marca. 

Isso porque, caso exista outra empresa semelhante ou afim que atue no mesmo segmento que o seu, é necessário reformular todo esse desenvolvimento. E não é possível atestar essa existência sem consultar o banco de dados do INPI. 

Complicações jurídicas

Você sabia que, ao deixar de registrar uma marca, você está sujeito a problemas jurídicos por seu uso indevido? 

Isso ocorre porque o registro é um processo formal validado em todo o território nacional e, como citado anteriormente, segue as diretrizes da Lei de Propriedade Industrial. 

Criada em 1996, essa lei rege as obrigações, penalidades, direitos e o tempo de proteção referente ao registro.

Dessa forma, caso sua marca seja utilizada de forma indevida por terceiros, um crime é cometido e por isso está sujeito a penalidade perante a lei. 

Para saber como agir diante do uso indevido de sua marca, clique aqui

Perda de credibilidade da marca

Uma das maiores vantagens do registro é garantir a exclusividade de uso da marca em todo o território nacional por 10 anos, que ainda podem ser renovados continuamente. 

Assim, atuar com uma marca não registrada é atuar com uma marca que não é única, o que traz consequências negativas para o público.

Isso porque uma marca genérica é desvalorizada a perde sua credibilidade em meio às possibilidades do mercado. 

Ou seja, o registro permite que você crie autoridade para a marca e desenvolva seu reconhecimento, de modo que ela se torne referência no segmento em que está inserida.

E mais uma vez, você corre o risco de ter que renovar toda a marca caso já exista alguma semelhante atuando na área.

Perda de investimento 

A falta de segurança é uma das principais consequências de utilizar uma marca não registrada.

Isso acontece porque você corre o risco de ter que alterar não apenas o nome da sua marca diante da apropriação de uma marca existente, mas também todo o trabalho necessário para sua divulgação.

Assim, todo o investimento que você destinou a papelaria, uniformes, identidade visual da marca, propaganda, tempo, artes gráficas e demais aspectos que construíram sua imagem, é desperdiçado. Você não gostaria se isso acontecesse, não é?

Insegurança financeira 

Para construir qualquer tipo de relacionamento, é necessário confiança, concorda? E no caso do relacionamento entre produto e cliente isso não seria diferente.

Para estabelecer uma relação duradoura, na qual sua empresa seja fixada no imaginário do público, a segurança em relação à existência dela é um dos aspectos essenciais.

Nesse caso, o registro de  marca cumpre um papel fundamental, pois as pessoas não querem gastar tempo e dinheiro em uma marca que não se sabe quem é o real proprietário. 

Percebe que a segurança é um dos elementos centrais quando falamos sobre o registro de marca?

Esse processo traz não apenas a segurança que você precisa para atuar adequadamente com a sua marca em todo o país, mas também a segurança que as pessoas precisam para confiar na sua empresa ou produto.

Assim, é possível estabelecer uma relação na qual sua marca seja prioridade de escolha do público, além da possibilidade de executar todas as campanhas de divulgação que a fortaleçam e potencializem ainda mais esse processo. 

Dessa forma, a imagem da sua marca é perpetuada de forma positiva no mercado. 

É por isso que afirmamos  que o registro de marca não é um gasto, mas um investimento, sendo altamente benéfico para qualquer tipo de negócio!

Como registrar uma marca?

Se você chegou até aqui, deve ter percebido que o registro de marca é um processo indispensável para garantir o seu sucesso no mercado. Então como registrar uma marca, afinal?

O processo de registro só pode ser iniciado mediante o pagamento de taxa requerida pelo INPI. 

Se essa era uma de suas dúvidas, já adianto que não é possível realizá-lo gratuitamente. Mas lembre-se: o registro de marca é um investimento. 

Solicitado o registro, é feita uma pesquisa de anterioridade no banco de dados do INPI para atestar a existência de uma empresa semelhante no mesmo segmento que o seu. 

Após essa etapa, todos os documentos relacionados à marca devem ser enviados ao órgão, que vai protocolar a marca. 

Em seguida, seu pedido passa por um processo de análise do INPI, até que seja deferido ou indeferido.

Por que buscar um escritório especializado? 

É importante lembrar que, desde o estágio inicial de pesquisa até a etapa de análise do pedido, o acompanhamento de um especialista é fundamental. 

Isso porque o registro de marca exige especificidades e apenas um profissional que conheça todo o funcionamento do processo pode garantir que todas as exigências e prazos requeridos pelo INPI serão cumpridos. 

Todo esse processo até a efetivação do registro pode durar de 8 a 12 meses, por isso é necessário cautela. 

Ainda que seja possível contestar a decisão do órgão em caso de indeferimento, concorda que é mais seguro já iniciar o pedido com confiança? Dessa forma, você economiza tempo e dinheiro. 

Se você quiser fazer o registro de marca com segurança, a Arena Marcas e Patentes é uma empresa com mais de 65 anos de tradição no mercado, especializada em Propriedade Industrial. 

Com mais de 25 mil marcas registradas em todo o Brasil, contamos com uma equipe de profissionais para cuidar da sua empresa com muito comprometimento.

Converse já com um de nossos especialistas e garanta o seu sucesso, você não vai se arrepender! 

Cuide bem da sua marca, pois ela é o maior patrimônio da sua empresa! 

Saiba mais com a Arena Marcas! 

Gostou do artigo “Desvantagens de não registrar uma marca”? Você pode se interessar: 

Author: Registro de Marcas e Patentes

Nosso objetivo é garantir a segurança da sua marca. Com todos os processos legais necessários. Além disso, fiscalizar e encontrar possíveis casos de plágio e uso indevido da sua marca.