Tom de Voz de uma marca: o que e como criar a sua - Arena Marcas e Patentes
  • Registro de Marcas e Patentes.

Tom de Voz de uma marca: o que e como criar a sua

Tom De Voz De Uma Marca: O Que E Como Criar A Sua

Tom de Voz de uma marca

Você sabe o que é o tom de voz da marca? Um dos elementos mais importantes do branding, o tom de voz – ou a verbal brand identity, identidade verbal da marca em inglês – é a forma como uma marca se expressa e se posiciona em suas manifestações.

Essa é a definição mais curta, mas o tom de voz da marca é um assunto complexo com diversos fatores em jogo. Aqui você vai aprender tudo sobre o que é o tom de voz da marca, sua importância, casos de sucesso e o mais importante: como criar e aplicar o tom de voz da sua marca!

  • O que é o tom de voz de uma marca?
  • Qual a importância do tom de voz para uma marca?
  • Como construir a personalidade da marca
  • Benefícios de adotar a estratégia do tom de voz

O que é o tom de voz de uma marca?

Qual a sua voz? Você se expressa através de que língua que fala, de seus trejeitos, das palavras que você mais usa, da velocidade que fala. Uma marca também pode ter tudo isso, criando uma identidade para si.

Da mesma forma que você se porta de formas diferentes de acordo com o ambiente, marcas também precisam levar em consideração quem são seus públicos e qual a melhor forma de se comunicar com eles.

Um ótimo exemplo disso é a identidade da Netflix. O serviço de streaming mais popular do mundo não conquistou essa posição sem investir muito em branding e na criação de uma identidade com a qual o público pudesse se conectar.

O tom de voz da Netflix é engraçadinho, descolado, cheio de referências e sempre usa uma linguagem bem típica da internet – prova de que não é preciso ser formal para ser profissional.

Isso incentiva até o próprio público a interagir de forma mais informal com a marca, reforçando essa relação entre a menina Netflix e seus assinantes.

Outra forma de desenvolver o tom de voz de uma marca é pulando de cabeça na personificação, estratégia que tem dado muito certo com os avatares 3D. Os avatares são uma versão atualizada dos mascotes e servem para dar não só voz mas também rosto para as marcas, tornando elas mais humanas e acessíveis.

O Magazine Luiza tem a Lu, as Casas Bahia tem o CB, as Havaianas têm a Iana. Já deu pra perceber que o reforço à identidade da marca já começa nos nomes dos avatares, né?

A Nat Natura é um ótimo exemplo de como esses “mascotes 2.0” podem ser uma ferramenta incrível para reforçar os valores da sua marca e a presença dela junto ao público. Natura e Nat são inseparáveis, tanto é que o perfil de uma é o perfil da outra. Nas redes, Nat exibe produtos, mas também demonstra emoções que a conectam com os seguidores da marca – até um gatinho de estimação, o Murumuru, ela ganhou. No site, ela é uma assistente virtual mais humanizada que uma simples caixa de chat.

Qual a importância do tom de voz para uma marca?

Uma marca com um tom de voz consistente e bem definido se comunica muito melhor com o seu público. Todo mundo já reclamou da chatice que é entrar em contato com uma empresa e ser recebido com uma mensagem automática sem expressão nenhuma, né?

É importante lembrar que, para o cliente na outra ponta dessa conversa, a falta de uma identidade de marca também diz muito. Diz que a marca é impessoal, que não se preocupa com o público e nem com como vai ser percebida. Trabalhar um tom de voz consistente como fazem a Netflix e a Natura é uma forma de transmitir confiança e dedicação no seu trabalho.

Como construir a personalidade da marca

Você também não precisa hoje providenciar um estúdio para dar vida a uma assistente virtual cheia de personalidade como a Lu e o CB. Mas, você pode começar hoje mesmo a descobrir e implementar o tom de voz da sua marca da melhor forma possível. Vem nesse passo-a-passo com a gente!

1. Tenha em mente a missão, visão e valores da empresa

A missão, visão e valores são o norte de todas as decisões de uma empresa. Ali está a razão de existir da empresa e o que importa pra ela. É essa base que vai orientar decisões sobre o futuro da empresa, seu público e, é claro, as formas de diálogo com ele.

2. Conheça bem o seu público-alvo

Para saber como se comunicar com alguém é preciso conhecer essa pessoa, não é mesmo? A mesma coisa vale para grupos, como o público-alvo. É claro que a sua empresa quer atingir o máximo de pessoas possível, mas com quem você quer se comunicar mais diretamente? Os recortes podem ser os mais variados: idade, região, poder aquisitivo, profissão, estilo de vida… Pense em quem se interessaria pela sua marca e em quem você se interessa em atender.

Depois de definir qual é o seu público-alvo, pesquise! Pesquise muito, consulte dados, observe como esse público se comporta, que tipo de conteúdo funciona com ele.

3. Crie a sua persona

Quando você conhece bem o seu público fica muito fácil partir para o próximo passo: a criação da sua persona. Uma persona é a representação fictícia do seu público-alvo ideal, com todas as suas características condensadas em uma única figura.

Se a sua empresa quer atingir, por exemplo, mulheres entre os 25 e os 35 anos, de classe média, com um estilo mais casual e despojado, sua persona pode ser a Helena, de 27 anos, graduada em Arquitetura, trabalhando com um serviço de consultoria e heavy user de redes sociais. É com a Helena que a sua marca vai falar toda vez que fizer um post, uma newsletter ou peça publicitária – quanto mais detalhes sobre Helena você conhecer, mais eficiente será a comunicação.

Sua empresa ainda pode ter múltiplas personas, caso tenha públicos mais diversificados. O importante é conhecer muito bem essas personas e direcionar bem o conteúdo para cada uma.

4. Determine seu tom de voz e se comunique com a sua persona

Agora é a hora de começar a conversa com a sua persona. É muito importante que tudo seja alinhado com toda a sua equipe de comunicação, qualquer que seja o tamanho dela, para garantir uma comunicação consistente. Observe como outras “Helenas” se comunicam, com o que elas interagem e, principalmente, onde elas estão.

Os resultados podem aparecer a curto ou longo prazo, o que permite que você adapte o tom de voz de sua marca para atender às necessidades do seu público. Ele pode ser bem humorado e cheio de referências de cultura pop, pode ser transparente e direto, pode ser politizado se isso tiver a ver com a sua missão, valores e público. O tom de voz correto vai variar muito de um caso para outro, mas sempre vai ser aquele que gera identificação e fidelização no seu público-alvo.

Tão importante quanto o que funciona é o que não funciona, por isso fique atento à ausência de retorno, ela pode significar que seu tom de voz ainda não está adequado ao seu público. Tenha diretrizes claras sobre o que faz parte e o que não faz parte do seu tom de voz.

Os benefícios de adotar a estratégia do tom de voz

  • identificação: seu público vai sempre se identificar com a mensagem da sua empresa, criando uma conexão com a sua marca;
  • fidelização: é o resultado mais prático de uma marca com a qual o cliente se identifica. Fidelizar o cliente através da identificação cria um vínculo que vai além do produto ou serviço que você oferece e a sua marca em si ganha valor aos olhos do público;
  • credibilidade: um tom de voz consistente e bem direcionado transmite confiança para o seu público-alvo, é uma das muitas formas de mostrar que a sua marca é o que seu cliente procura;
  • filtro de leads: um tom de voz bem definido ajuda a filtrar leads ruins, evitando criar conexões com pessoas que não estão alinhadas aos seus valores;
  • consistência: esse benefício é tanto para o fluxo de trabalho na sua comunicação quanto para a percepção que o público tem da sua marca. Um tom de voz bem pensado vai facilitar muito o trabalho da sua equipe de comunicação, e fortalece seu branding no geral, tornando sua marca memorável.

Author: Registro de Marcas e Patentes

Nosso objetivo é garantir a segurança da sua marca. Com todos os processos legais necessários. Além disso, fiscalizar e encontrar possíveis casos de plágio e uso indevido da sua marca.