Diferença entre Loja Virtual, E-commerce e Site - Arena Marcas e Patentes
  • Registro de Marcas e Patentes.

Diferença entre Loja Virtual, E-commerce e Site

Diferença entre Loja Virtual, E-commerce e Site

Diferença entre Loja Virtual, E-commerce e Site | A era da internet trouxe diversas mudanças para a sociedade e para a forma como nos relacionamos. As cartas foram substituídas por mensagens instantâneas através de aplicativos, as chamadas de vídeo trouxeram uma nova forma de comunicação, que era impossível em outro momento na história da humanidade. 

Com o comércio em geral não foi diferente. Hoje em dia não é mais necessário ir até uma loja para adquirir o produto desejado. Através da internet, dos sites, do e-commerce e das lojas virtuais, é possível comprar um item virtualmente que ele chegará na sua residência em poucos dias. 

Quem deseja montar um negócio nesse sentido deve conhecer todas as especificidades da área se quiser ter sucesso. No artigo de hoje falaremos sobre as diferenças entre loja virtual, e-commerce e site. 

Quais são as diferenças entre loja virtual e site?

Partiremos do conceito mais simples: a diferença entre uma loja virtual e um site. A loja virtual é o lugar, dentro de um site, onde os produtos são colocados, seus preços são expostos e o cliente pode pegar e colocar dentro do carrinho virtual. 

Para melhor entender essa diferença, vamos fazer um paralelo com uma estabelecimento comercial físico, daqueles tradicionais que vemos por aí. Enquanto o site engloba toda a loja, desde a porta de entrada até a parte de estoque, a loja virtual seria as prateleiras, onde o cliente pode ver os seus produtos e escolhê-los. Para fazer isso, no entanto, ele deve primeiro estar dentro da loja (que, nesse caso, são os sites).

Quais são as diferenças entre o e-commerce e site? 

Partindo agora para um conceito um pouco mais abstrato, falaremos do e-commerce. Quando vamos nos referir a uma loja física, não dizemos que ela é o comércio em si, mas sim um estabelecimento comercial. E essa ideia pode ser usada para entender melhor o conceito do e-commerce. 

Fazendo novamente um paralelo do mundo virtual e do mundo físico, o site seria a loja (ou o estabelecimento comercial) e o e-commerce seria todo o mercado que possibilita que essa loja sobreviva. O comércio é uma ideia abstrata, uma área da sociedade onde o objetivo é vender para o consumidor final. O e-commerce, especificamente, também constitui essa área da sociedade, mas sendo reservado somente à internet. 

Quais são as diferenças entre o e-commerce e a loja virtual?

Para o senso comum, e-commerce e loja virtual possuem o mesmo significado. Como explicado nos tópicos anteriores, porém, o real conceito desses termos são consideravelmente diferentes. É importante entendê-los e diferenciá-los. Toda e qualquer pessoa que deseja ter sucesso em seu negócio o deve conhecer por inteiro, e não apenas em algumas partes.

A loja virtual é a página dos sites onde os produtos podem ser vistos e comprados pelo cliente. É fácil identificar uma loja virtual: geralmente possui layout simples, com os produtos dispostos em miniaturas e com os seus preços logo abaixo. O cliente, em uma loja virtual, pode clicar no produto para ver mais informações ou adicioná-lo em seu carrinho digital. 

O e-commerce, por outro lado, é a ideia abstrata de todo o comércio digital. Para entender melhor esse conceito, devemos pensar sobre o significado de comércio, quando este é colocado como um setor da economia. Em uma notícia, por exemplo, é comum vermos a manchete “Comércio de Cidade X está em alta”. O e-commerce, então, é um setor da economia voltado para as vendas destinadas ao consumidor final, feita exclusivamente através da internet. 

Um empreendedor que possui uma loja virtual faz parte do e-commerce. 

Author: Registro de Marcas e Patentes

Nosso objetivo é garantir a segurança da sua marca. Com todos os processos legais necessários. Além disso, fiscalizar e encontrar possíveis casos de plágio e uso indevido da sua marca.